sexta-feira, 8 de outubro de 2010

N°13 - Chorei....

08 de outubro de 2010.

 Tinha mesmo  que esperar passar todos  as horas,  minutos e segundos desse dia  pra ter certeza de como ele foi pra mim,  todos os planos, os planejamentos, os presentes, as homenagens, tudo  ficou  no  vão, no  vão da solidão, do carente,  do sem carinho e somente uma coisa podia mudar isso,ELA.
 Acordei  hoje  com  um ar que  tudo  poderia  ser diferente, tentando me  beliscar e sair desse pesadelo que  passo a conviver com sua falta, como mudar isso? Essa  e a pergunta que me faço a cada dia ao acordar, com  tirar  esse sentimento de perca,esse sentimento  que vai alem de  qualquer outro, estar perto e  ao mesmo tempo estar longe, acreditem vocês e horrível.
Queria hoje  que a vida fosse  contada  não em anos, meses, dias e  horas,queria que a vida hoje fosse contada  em  abraços,  em amores, em paixões, em  beijos, em  viagens, em amigos, em  momentos. Demorei  muito  pra decidir  se  realmente  iria  vê-la, mais não adianta  lutar com  uma coisa  que te  levar e quando  você  percebe  suas  pernas  já  estão caminhado  ao  encontro DELA.
Ao vê-la  meu coração  disparou, minha vontade e  me  jogar em seus braços e  dizer a  à amava,  mais  de olhar   aquele rosto  que   também   dizia  o  mesmo,  era necessário  apenas um  abraço,  abraço apertado cheio de sentimentos. Ficamos muito  tempo ali  olhando  um  para  o  outro, acho que  nos perguntando  por  que de  todo  aquele  vazio? Por que ta assim? Por que  não  estamos  nos beijando?  Era isso  que  não  entediamos naquele momento. Mais nos respeitamos  um  ao outro, pois sabíamos  no fundo no  fundo  que era o certo a fazer.
    Agradeci a ELA por  estava  fazendo  do meu  dia  mais um  dias de muitos dias felizes  com ELA, enxugando  minhas lagrimas e  pedindo  para que não chorasse  ELA toca meu  rosto  num levo  gesto de carinho, transmitindo  para mim todo  o  amor que ali dentro  era um vulcão pronto  pra  explodir, senti naquele momento  que só de estar  do lado DELA já me sentia  calmo,  nesse  momento  não sabia  mais a razão do meu  choro, ao  escorar em  seu  ombro  e  explicar pra ELA  o quanto  ta difícil  viver assim, ouso  um  lindo “EU TE AMO”, aquilo era o bastava  pra mim, me levantei as presas para tenta sair dali,  aquilo já estava  me matando, mais  não conseguia, não,  meu  corpo não me obedece nesse momento  não deixou eu  se  quer  dizer  nada. Daí em diante  parei  de  lutar contra mim  mesmo  e ao me levantar, me vi  cara a cara com ELA, e olhando  em  meus  olhos, antes mesmo  que  ELA fale-se algo me aproximei mais  perto, senti  um  suspiro ofegante vindo DELA, ai não pude fazer muita coisa, tomado de sentimento nos beijamos, um  beijo   forte intenso, como  dizem  por ai  fogos de artifícios  exploraram  naquele momento, senti  uma coisa  tão boa  estava tão bom  que  quando paramos  e olhamos mais uma vez  olho   o  olho, todas as nossa perguntas que no  inicio  desse texto  nos intrigava foram  respondidas, e o AMOR, esse AMOR  que não  importa  aonde,  não importa quando,  sempre vai existir,  e sempre  vão fazer desses  pequenos  e curtos,  momentos únicos, marcantes, intensos  e principalmente INESQUESIVEIS pra  mim  e pra ELA. E assim  termino o dia de 8 de outubro  de 2010 onde  mais uma vez  ELA Aline Paixão  me  fez sentir, viver, amar, curtir e  principalmente  tornar nossa historia inesquecível. Mais um dia  de muitos dias  se você Aline.
PS: EU TE AMO    

2 comentários:

  1. Eu fico pensando o que seria de mim sem vc.
    é o que eu sempre falo, agente ta separado mas agente continua junto. rsrs
    Independente do que possa acontecer, eu vou sempre te amar.
    Nosso amor é tão lindo que eu só penso em vc.
    Ontem foi tão perfeito. acredite. To muito feliz.
    PS: eu te amo
    Estar ao seu lado, tudo se acalma.
    Teu beijo, alivia qualquer dor que eu esteja sentindo.
    Brigado por existir. ♥

    ResponderExcluir