quinta-feira, 7 de outubro de 2010

N°12 - Verbos....

07 de outubro  de 2010.


     Minha vida   hoje   esta se resumindo em  verbos,ao ACORDAR, percebi  que FICAR me lamentando por algo  que  passou não  vai me trazer nada de volta,percebo  que vai  demorar muito  pra me adaptar  a tudo isso que  esta  acontecendo de novo em  minha vida, que  vou ter que SER  forte, TER garra e nuca DESISTIR, afinal  a vida tem que continuar.
    Ontem  por um  breve  instante  me SENTI  ao lado de uma pessoa que amo  muito, que  me ajuda  e que  me faz  muita falta nesses últimos dias,minha Mãe, imagine uma pessoa   que só de  te olhar  sabe tudo  que você esta passando, o que ta sentindo, se ta sofrendo se ta amando, pessoa  que   em apenas  um abraço  leva  pra si  todas as magoas as dores, nos deixando  apenas  um   sentimento de carinho   profundo  e uma  paz interior  que  nos relaxa,  e ontem  eu   senti essa saudade, porque?  Não  sei,  ultimamente to  tendo  saudade  de tanta gente, que não vejo a muito tempo ou que  vejo todos  os  dias, acho que  estou   a  beira de uma  depressão, sinto dentro  de mim  um  grande vazio que não consigo preencher com nada, um sentimento de solidão que  não tem sentido. Necessito  novamente   do abraço  da minha mãe, acho que só isso  pode trazer de volta o Adalberto Silva Meira que  já faz algum tempo que esta meio  sumido.
    Amanhã e um dia tão importante  estarei   voltando  a minha cidade  para duas coisas,   ver minha mãe  que  esta  indo   passa uma  temporada  longe daqui,   e  de alguma forma tentar  ser feliz  no dia 8 de outubro.
     O jeito  mesmo  e  chegar em casa, deitar no  colo   da minha mãe  e  em silencio  aproveitar  a  paz  e tranqüilidade que eu mereço, e logo depois  ir ao  encontro  DELA, vai ser difícil  não  sei  o que  pode  acontecer, não  tenho  nem idéia  de qual  será minha reação, não sei  como  vou me sentir   não sei   como  vou me comportar, mais de uma coisa eu  tenho certeza  sempre seja   onde eu estiver  se estiver com ELA, vai valer a pena. E assim  tentando de todas as formas CONJUGAR o verbo AMAR, vivo  mais um  dia  de muitos  dias  sem ELA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário