quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

N°39 - Mudanças?

16 de Fevereiro de 2011

           O que será que esta acontecendo comigo?  Que caminho foi esse que tomei? Por que mudei tanto minha vida? Essas perguntas que hoje me intrigam, já foram facilmente respondidas, mas hoje se tornam duvidas, acompanhada com um sentimento muito grande de saudade, que sempre me levam pra traz.
            Não adianta! Sempre algo vai me prender a esse blog, mesmo que seja um abraço, um sorriso ou apenas um olhar, acho que hoje o que me levou a tantas perguntas foi um olhar, um olhar diferente, mas ao mesmo tempo sincero, um olhar misterioso  mais ou mesmo  tempo revelador, tinha mesmo que ser no encanto de um olhar que  mais  uma  vez  iria mergulhar  em  ótimas lembranças, tinha que ser  na forma doce der  dar risadas das minha  piadas muitas delas sem graça, que eu iria lembras de bons tempos vividos, será que  to arrependido? Será que a vontade de voltar e maior que tudo? Não! Acho que não. Afinal ainda to aqui né? Vivo e vivendo a vida na qual eu escolhi ter.
             Esse grande acumulo de experiências vividas nos últimos dias, me fizeram mais uma vez trasbordar de sentimentos, que inevitavelmente vem acompanhado com a solidão e o vazio que  entra em  minha cabeça me trazendo confusão e duvidas,nas quais muitas das vezes cruéis e dolorosas. Não adianta o quanto eu lute contra isso, ele e mais forte do que eu e sempre vai ganha.
            Mas vindo de contra a tudo isso, hoje percebi que a felicidade pode estar bem perto de mim, tão perto que os pontos cegos da minha vida não me deixam enxergá-la, e como se eu parasse no semáforo e mesmo com o sinal aberto eu continuo parado, mas hoje alguém buzinou pra, me tirando desse momento de distração e me mostrando que o  sinal pra felicidade estava sempre aberto e só olhar pra cima e enxergá-lo e seguir em frente.
             Pensando nisso automaticamente respondo as perguntas que me intrigavam no inicio do texto concluo que to mesmo precisando de alguém, que tomei as melhores decisões da minha vida, e que mudei minha vida pra melhor pro que isso era preciso pra tornar minha vida em uma VIDA VIVIDA.

Um comentário: