sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

N°68 - Com agente e assim



                Hoje mais uma vez vou falar de alguém que como todos vocês já sabem  em ais que fundamental na minha vida, vou falar DELE.
                 Na ultima quarta feira,  me sentia muito sozinho,  afinal  tenho que confessar que não esta sendo fácil conviver com a ideia de  passar o primeiro natal longe da minha família,  sabendo que sempre  fez de tudo pra reunir todos nos festivos  natalinos,  a dor e grande, mais a convicção de algo maior me alivia, pois  sei que  estou numa nova fase, onde não os tenho em  corpo presente mais os tenho  em  coração,  e como  minha mãezinha  mesmos me disse com lagrimas nos olhos, “ fique com deus meu  filho,  sempre estaremos do teu lado”. Ela sabe dizer as coisas certas sempre, com isso  não tenham duvida quando alguém se referir  que isso e “coisa de mãe”, por que realmente, elas tem algo especial dentro de si. Mas onde eu estava mesmo? Há sim... na solidão, pois bem  como ia dizendo  antes da recaída (rsrs),  sozinho  e triste  mandei uma SMS para  meu  irmão dizendo o quanto queria estar perto dele  e o quanto eu estava mal  com  o acumulo de problemas e como  numa fração de segundos  recebo uma resposta que  ate agora ainda me abala muito recebi uma resposta  também por SMS que dizia assim:

                                      “As vesses eu penso em entregar os pontos e desistir d tudo. Imediatamente lembro-me da minha fonte de espiração "VC", dinheiro, amigos, trabalho...tudo isso soma 1% dos meus problemas, Os outros 99% se resume na falta que sinto de vc, do teu abraço, das nossas resenhas. O meu deus traz de volta meu maninho. te amo cara. Força ai......”
                                                                                 
                E assim que ele me faz chorar e sorrir, e assim que como do nada ele transforma um dia que  ruim num dia perfeito, e assim que ele sem saber me da mais  um motivo de viver, e assim  que  ele  me mostra que sempre esta perto de mim, e assim  que ele  prova que  não e preciso esta junto pra estar perto,  assim que  ele   me ensina, e assim que  ele aprende, e assim que  ele  vive, e assim que ele me faz viver.
                 O ano esta acabando muita coisa aconteceu nesse  ano, mais uma em especial  vai ficar marcada  em  mim  pra sempre, na ultima vez que  que fui  há  Bahia  para visitar minhas família,  conversei com  ele sobre muita coisa,   colocamos todos as conversas em dia  mas na hora da despedida ele  preferiu não  me ver,   num primeiro momento isso doeu muito  mais agora entendo com clareza  oque aconteceu,  na verdade  ele não fez aquilo por que   pra ele isso nunca vai acontecer, despedida e uma palavra que nesse ano retiramos do nosso vocabulário,  aprendemos no nosso dia-a-dia  que  estamos conectados 24hs por dia  por uma coisa chamada AMOR. E e assim que termino  meu texto hoje  dizendo que  cada dia  mais aprendo  e comprovo  que minha vida  é e sempre sera  a mais  vivida de todas.

Um comentário:

  1. Emocionante ver que existem mais pessoas com esse grande amor pela família. Com certeza vocês são pessoas especiais! Não sei como é a ligação de irmãos gêmeos, mas sei como é de irmãos, e sei bem o que fala no texto. Eu com certeza ficaria muito triste de não passar o Natal perto de minha família, por isso te mando um grande abraço, um grande beijo e toda felicidade que puder encontrar, mesmo longe deles.

    ResponderExcluir