segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

N°30 - Desacreditado.

03 de Janeiro de 2011

                Um dia, atormentado com tantas decepções, ele escrevi com letras bem grandes na porta do seu coração “proibida a entrada do AMOR”, mais não tem jeito mesmo, o amor e um sentimento  tão forte que não importa quantas portas estejam trancados, quantos cadeados estejam fechados, o amor esse sim sempre arruma um jeitinho pra entrar.
Nesses últimos dias voltei a fazer coisas que há certo tempo não vinha a minha cabeça, voltei a explorar meus sentimentos, voltei a me senti bem, a apreciar uma boa musica, a fazer bobagens a fim de extrair apenas um lindo e sincero sorriso. São destas e de muitas outras  coisas que hoje posso dizer que meu coração ta pronto pra amar de novo, claro que muitos escudos ainda o protegem, mais pelo menos boa parte dos cadeados que me trancavam em minha própria solidão foram abertos  com um leve toque de doçura vinda de uma pessoa que já me faz muito feliz.
De quem eu estou falando? Todos vocês já devem saber que isso não vai ser dito, afinal em meus textos por mais que não os identifico com “nomes”, eles tem destinos certo e sempre atingem a pessoas certas, então se sinta a vontade pra se sentir “parte dele”.
Não garanto que meu futuro vai ser ao lado dela, afinal tanta coisa esta acontecendo em minha vida, a cada dia ele toma proporções tão diferentes, um dia eu estou aqui, outro dia posso estar tão longe, mas se e assim que estou me sentindo bem, o que posso fazer? A mesma saudade que me mata e muitas vezes me leva a uma profunda solidão, e a que me faz sentir cada dia mais vivo e pronto para tudo e todos.
E assim vou continuar vivendo com uma incerteza do futuro e uma certeza de um grande sucesso. Vou viver e deixar a vida me levar, com grandes amores, maravilhosas  aventuras e muita saudades de tudo que mês fez e faz  tão bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário